atividade-fisica-e-alimentacao-o-que-comer-antes-e-depois-do-treino.jpeg

Atividade física e alimentação: o que comer antes e depois do treino?

Conseguir um bom desempenho esportivo não é tarefa simples e o sucesso dessa empreitada depende muito das opções que fazemos em nossa alimentação.

Independentemente do seu objetivo principal – perder peso ou ganhar músculos – são as escolhas que você faz à mesa que trarão ou não o resultado esperado.

E já que a atividade física e alimentação têm uma relação diretamente proporcional, quer descobrir o que comer antes e depois do treino? Então confira as dicas a seguir!

O que comer antes do treino?

As refeições antes do treino são alvo de muitos debates entre os especialistas. E alguns consideram que esse momento é crucial para o bom desempenho nos esportes. O ideal é apostar em uma refeição completa 2 horas antes de iniciar os exercícios ou um lanche leve pelo menos meia hora antes de iniciar suas atividades. São essas escolhas que prevenirão a fadiga e proporcionarão resultados mais rápidos.

Aposte nos carboidratos

Antes do treino você deve optar principalmente por carboidratos complexos. Diferentemente dos carboidratos simples, os complexos não têm um elevado índice glicêmico.

Eles serão a fonte principal de energia e, como não são digeridos rapidamente, garantirão o fôlego durante todas as suas séries. As opções mais naturais são frutas e verduras como maçã, ameixa, morangos, pêra, espinafre, alface, ervilha, batata doce, tomate, brócolis, etc. Outras alternativas são arroz e massa integrais, especialmente para quem vai fazer exercícios de longa duração.

Um café da manhã reforçado pode ser uma ótima alternativa, mas procure evitar o consumo de suco de frutas sozinhos antes do treino: eles não contém as fibras que ajudam a reduzir o índice glicêmico dos carboidratos no organismo.

Iogurte desnatado e açaí também podem entrar nas refeições pré-treino, desde que acompanhados de grãos ou farinhas integrais (linhaça dourada, amaranto, quinoa ou aveia). E para quem tem pressa, um sanduíche de pão integral com cortes magros e uma salada de frutas com aveia ajudam a resolver a questão.

Hidrate-se sempre

A hidratação antes, durante e depois dos treinos é fundamental para repor o líquido perdido com o suor. Aposte na água mineral e na de coco, um isotônico natural. Nos dias mais quentes, essa hidratação deve ser maior, já que transpiramos ainda mais.

O que comer depois do treino?

As refeições pós-treino fogem do debate entre atividade física e alimentação. Nesse momento, o foco é bem diferente do que ocorre no pré-treino. Se antes o objetivo era ganhar energia para completar as séries e retardar a fadiga, agora é o momento de repor energia e reparar os músculos.  

Carboidratos e proteínas

Carboidratos ainda são muito importantes, pois é bem provável que você tenha esgotado ou ao menos reduzido bastante suas reservas de glicogênio. Os carboidratos complexos ainda são uma boa pedida, mas você também pode consumir os simples com moderação. São carboidratos com uma digestão mais rápida: massas, pães, sucos e até açaí puro.

Reconstruir as fibras musculares é a outra prioridade máxima nessa hora, portanto você deve investir com força nas proteínas.

Carnes com baixo teor de gordura são campeãs na preferência de quem cuida do corpo: peito de frango, peito de peru, filé mignon bovino ou outros cortes magros. Leite desnatado também é uma boa alternativa. Para quem gosta de praticidade, omelete com queijo magro é uma pedida sensacional.

Como você percebeu, a alimentação pré e pós-treino é fundamental para dar e repor energia, além de ajudar no fortalecimento e recuperação dos músculos. É importante se atentar à relação entre atividade física e alimentação: nunca deixe de alimentar-se e hidratar-se corretamente, porque é nesses momentos que seu corpo vai precisar de muitos nutrientes.

Gostou de aprender mais sobre atividade física e alimentação? Lembre-se de comer de três em três horas, pois isso acelera o metabolismo e evita que você fique com fome ao longo do dia! Compartilhe este post nas redes sociais e espalhe essas dicas para quem também deseja aliar uma boa alimentação com exercícios físicos!

Postagens relacionadas
Depositphotos_80395530_m-2015.jpg.jpeg
Sanduíches: mocinhos ou vilões da saúde?
Depositphotos_73555603_m-2015_1.jpg.jpeg
Delivery de comida saudável: 7 motivos para aproveitar essa facilidade

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web